Avaliar o sofrimento alheio
É importante praticar o olhar sem julgamentos porque, caso contrário, a compaixão não vai surgir dentro de nós. Ela também não vai aparecer se não tivermos realizado o passo anterior de perceber o sofrimento. Por exemplo, se pensarmos que a pessoa merece o sofrimento, então é possível que a compaixão não apareça.

Sentir plenamente a emoção
Abrir-nos às emoções significa permitir e sentir todas as emoções, mesmo que às vezes elas produzam sofrimento e um pouco de mal-estar. Se nos deixamos levar pela compaixão, vamos conseguir nos conectar com um sentimento de bondade.