Não transformemos nosso coração, templo sagrado de Deus, em uma casa de ladrões. Esse é o convite de Jesus no dia de hoje. Toda forma de pecado vem para nos roubar a paz, a serenidade, a sanidade e a santidade. Sejamos pessoas ousadas e decididas no combate ao mal. Não posterguemos nossa conversão. Quando percebemos Jesus expulsando os vendedores do templo com um chicote nas mãos, perdemos aquela imagem de um Senhor adocicado e tomamos ciência de que, com o maligno, não se negocia, se expulsa com a ousadia da fé.