Deus vem ao encontro do homem, mas o homem – particularmente o homem contemporâneo – se esconde Dele. Nunca estamos plenamente contentes com a vontade Divina. Para uma pessoa desencontrada nada parece estar bem. No seu relacionamento com Deus, alguns lhe têm medo, como Herodes. Outros se sentem ameaçados com sua simples presença. «Fora! Fora! Crucifica-o!» (Jo 19,15). Jesus é o Deus-que-vem» (Bento 16) e nos parecemos “o homem-que-se-vai”: «Ela veio para o que era seu, mas os seus não a acolheram» (Jo 1,11). E você, como está se preparando para o Natal?