A parábola dos talentos nos revela que Deus a cada um de nós nos confiou dons para que, colocando-os ao serviço dos demais, possam se multiplicar. No entanto, verificamos muitas vezes que existem pessoas que escondem os seus talentos, que não os colocam à disposição dos outros. É muito triste deixar que a preguiça, a vida boa e a acomodação nos paralisem desse modo. Podemos até inventar desculpas dizendo que tínhamos medo, vergonha ou fomos vencidos pela timidez; no entanto, serão só desculpas, pois, quando um põe os seus dons ao serviço, não existe como perdê-los, e as resistências internas se superam facilmente. Temos que nos lançar. Paz e bem.   (Frei Vado)