A igreja, nesta data civil marcada muitas vezes por conflitos e revoltas sociais, estimulou a celebração de tal festa religiosa, isso na presença de mais de 200 mil pessoas na Praça de São Pedro, as quais gritavam alegremente: “Viva Cristo trabalhador, vivam os trabalhadores, viva o Papa!”. Era 1955 e o Papa deu aos trabalhadores um protetor e modelo: São José, o operário de Nazaré.

Para marcar esta data tão importante, a Paróquia São José Operário, em  Oficinas, em Tubarão, realiza uma missa nesta terça-feira, às 19h, seguida de uma procissão pelo bairro pedindo bênçãos para os trabalhadores e os desempregados. Teremos também atrações no pátio da igreja após a missa.