Hoje, celebramos a festa dos apóstolos Filipe e Tiago. O Evangelho de hoje refere-se àqueles diálogos que Jesus tinha somente com os Apóstolos, onde procurava ir formando-os para que tivessem ideias claras sobre sua pessoa e sua missão. Os Apóstolos estavam imbuídos das ideias que os judeus haviam formado sobre a pessoa do Messias: esperavam um libertador terreno e político, enquanto que a pessoa de Jesus não respondia absolutamente nada a estas imagens preconcebidas. Os Apóstolos não entendiam a unidade entre o Pai e Jesus, eles não podiam ver  Deus e Homem na pessoa de Jesus. Ele não se limita a demonstrar sua igualdade com o Pai, mas também lhes recorda que eles serão os que continuarão com a sua obra salvadora. Outorga-lhes o poder de fazer milagres, lhes promete que estará sempre com eles e, qualquer coisa que se peça em seu nome, será concedida. Hoje, continua a festa em Oficinas, com missa às 19h, e barracas no pátio em seguida. Venha rezar conosco!