Hoje, Cristo repreende a duas cidades de Galileia, Corozain e Betsaida, por sua incredulidade: «Ai de ti, Corozaín! ¡Ai de ti, Betsaida! Porque se em Tiro e no Sidonia, tivessem feito os milagres que se fizeram em vocês, (…) “teriam se convertido» (Mt 11,21). Jesus mesmo dá depoimento em favor das cidades fenícias, Tiro e Sidonia: estas teriam feito penitência, com grande humildade, de ter experimentado as maravilhas do poder divino. Ninguém é feliz recebendo uma boa repreensão. No entanto, deve ser especialmente doloroso ser repreendido por Cristo, Ele que nos ama com um coração infinitamente misericordioso. Simplesmente, não há desculpa, não há imunidade quando se é repreendido pela própria Verdade que é Jesus. Recebamos, então, com humildade e responsabilidade cada dia o chamado de Deus à nossa conversão pessoal.