No evangelho deste dia encontramos Jesus curando um homem da mão seca. Mas, tão horrível quanto esta enfermidade, era o coração ressequido dos que estavam na sinagoga naquele dia. Não queriam que Jesus realizasse um milagre no sábado. Toda cura possui estas duas dimensões: libertação do mal físico e libertação do pecado, do mal espiritual. Uma sem a outra são incompletas. Curados para curar e libertados para ajudar a libertar. Toda processo de restauração do corpo deve nos levar inevitavelmente ao discipulado de Jesus.