Já disse C. Westalth: “Benditas sejam as surpresas que nos ajudam a caminhar. Que nos ajudam a limpar a bagunça e fazer a reforma. Que, quando já não temos mais forças, leva-nos em seu colo para que, apesar de tudo, continuemos a caminhada. Benditas surpresas que fazem os sonhos renascerem no árido solo do desânimo. Que nos fazem crer na força da fé, na esperança, na alegria, na revolução do amor… Que nos fazem sempre acreditar na vida, afinal, ela é o mais lindo espetáculo que existe! Benditas sejam as pessoas que, com sua experiência de fé nos incentivam a continuar caminhando”.

Dou graças, especialmente, por tantos irmãos e irmãs que têm celebrado conosco cada quarta-feira à noite em Oficinas, na Novena a Nossa Senhora Desatadora.