A inveja é considerada um dos pecados capitais. Ou seja: um dos carros-chefes de outros pecados. Desde muito cedo foi colocada pelos mestres espirituais cristãos na lista dos males a serem combatidos pelo ser humano que quer viver santamente. O invejoso gasta preciosa parte de seu tempo pensando naquilo que poderia ter em sua vida ao admirar o bem e o belo no outro. Por isso mesmo, esquece-se de algo essencial: felicidade não cai pronta do céu com a chuva, nem brota como mato na terra. Precisa ser construída. É fruto de pequenas vitórias conquistadas todos os dias. É fruto da contemplação do bem que já se tem e, às vezes, não se valoriza.