No episódio do encontro de Jesus com o leproso, presente na liturgia de hoje, aprendemos que a fé prece o milagre. Senão vejamos: Naquele tempo, um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: “Se queres, tens o poder de curar-me”. Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero: fica curado!” (Marcos 1,40-45) Só o fato de reconhecer que Jesus tinha o poder para tal já é uma profissão de fé. Aquele leproso sabia onde estava a fonte da vida. Antes que fosse curado exteriormente ela já havia sido curado interiormente. A fé prepara a mudança de vida e este é o maior milagre possível.