“Deixe nas mãos do Senhor tudo quanto você faz, e todos os seus planos serão bem-sucedidos.” (Pv 13.6)

Gostamos do controle.
Gostamos de ter em mãos todas as possibilidades.
Gostamos de pensar que sabemos todas as variáveis.

No entanto, isso não passa de ilusão. A vida não funciona assim. Não sabemos quase nada a respeito do próximo segundo. A vida não é cartesiana, reta, previsível.

A vida é selvagem. Há um mundo ao nosso redor que segue variáveis além de nossa percepção.

Isso nos deixa desconfortáveis pois nos mostra a nossa limitação. Somos, na realidade, frágeis e pequenos. Não sabemos quase nada da vida. Aquilo que ignoramos é maior do aquilo que sabemos.

 

O remédio?

Deixar de lado a ilusão do controle.
De fato, algumas poucas coisas estão na nossa mão. Mas são pequenas coisas. A maioria das esferas da nossa vida podem apenas ser influenciadas por nossas atitudes.

A sabedoria nos instrui no único caminho seguro diante do descontrole: confiar em quem comanda a história. Entregar nossos dias, nossa preocupação nas mãos do Senhor. Fazer a nossa parte com responsabilidade, entregando o resultado para Ele.

Isso garante 100% de sucesso? Não.
“ah, mas o texto diz que sim, que os planos serão bem-sucedidos…”. E de fato serão.
Não porque eles darão o resultado que esperamos.
Mas porque todos irão glorificar a Deus – e esse é o alvo.

A glória de Deus.