“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio. Não tendo ela chefe, nem oficial, nem comandante, no estio, prepara o seu pão, na sega, ajunta o seu mantimento.” (Pv 6.6-8)

Atitude.

Dar um passo depois do outro. Por vezes miramos nas coisas grandes, e ignoramos as coisas pequenas que conduzem à grandeza.

Olhamos para os grandes resultados, e não percebemos os anos colhendo pequenas vitórias anônimas.

A sabedoria traz aqui um importante alerta: as grandes lições podem ser encontradas nas pequenas coisas. Os maiores exemplos nas coisas mais insignificantes.

Quem imaginaria aprender sabedoria com uma formiga? Numa universidade? Sim. Com um mentor experiente? Certamente… mas com uma formiga?

Essa quebra de paradigmas é o primeiro passo para o conhecimento. O filtro que separa os tolos dos sábios. Os distraídos ficam por aqui; ignoram o conselho. Os atentos prestam atenção: um aprendizado fora da curva, onde a maioria não percebe.

A formiga traz a lição da prudência (seu preparo para receber o inverno) e a constância (pequenos avanços, dia após dia). Duas lições valiosíssimas, que talvez pessoas paguem fortunas para aprender em grandes palestras… mas vindas de forma gratuita, de uma formiga.

Quem disse que as coisas mais importantes da vida são as mais complexas?

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul