Foto: Divulgação/Notisul
Foto: Divulgação/Notisul

No último fim de semana (dias 20, 21 e 22/7/2018) ocorreu em Tubarão a 2ª edição do Startup Weekend (SW). Trata-se de um evento de empreendedorismo organizado em vários países. Contudo, não é um simples evento de empreendedorismo. É muito mais que isso! Começando pela mobilização das pessoas que organizam, que são pessoas engajadas com o movimento – integrantes de instituições, empresas e governo que têm alinhamento com o desenvolvimento econômico e social do território, pela inovação e empreendedorismo – e que dedicam tempo, esforço, relacionamentos e conhecimentos para que as 54 horas de intensa vivência nas várias etapas do processo de empreender aconteça.

Também pelo papel dos mentores que ensinam, criticam, auxiliam e trazem suas experiências profissionais, voluntariamente, para engrandecer as ideias e negócios que estão se formando no final de semana. E, do facilitador que é o grande maestro que de forma ritmada conduz os trabalhos da chegada do pessoal na sexta-feira até a grande comemoração no domingo à noite. E, principalmente, pelos empreendedores, que são os grandes protagonistas do final de semana.   

O objetivo do evento não é ser uma fábrica ou prover a criação de empresas para a cidade num curto espaço de tempo, mas também é (risos). Brincadeiras à parte, o grande objetivo é gerar inquietação, vivência, capacitação, conhecimento significativo para os participantes, é quebrar paradigmas, ou seja, mexer com as pessoas e tirar os empreendedores da chamada “zona de conforto”, a partir de uma metodologia global e estruturada (idealizado e impulsionado pelo Google e Techstars e em nosso estado pelo Startup SC do Sebrae), com apoio e responsabilidade
Mais de 50 empreendedores estiveram na Faculdade SENAC de Tubarão (em 2017 o SW, como é popularmente conhecido, aconteceu na UNISUL com aproximadamente 90 participantes) expondo suas ideias, formando times, recebendo capacitações e mentorias, debatendo e identificando problemas de nossa região, identificando oportunidades, encontrando formas de soluções para esses problemas, gerando entregas ao cliente (soluções), validando estas soluções, criando um produto mínimo para o mercado, etc. Tudo isso com muita intensidade, suor e dedicação. Tanto por parte dos empreendedores, como pelos mentores, organizadores e facilitador.

Apesar de não ser uma competição propriamente dita, alguns resultados gerados pelos times são premiados, pois uma banca de avaliadores (5 empresários e investidores da região) são chamados para, no último dia (nas últimas horas), ver e ouvir o que os times criaram em uma apresentação chamada de PITCH – em que as equipes tinham quatro minutos para apresentar seus negócios e a banca de avaliadores mais 4 minutos para questioná-los.

Como um dos organizadores locais e gerente da Agência de Inovação e Empreendedorismo da Unisul – Agetec, não tenho dúvidas que a consolidação do ecossistema de inovação e empreendedorismo, com suas dezenas de benefícios para a sociedade, é nosso grande norte, nos impulsiona e nos motiva.

Gratidão e parabéns aos idealizadores e impulsionadores, aos organizadores, aos mentores, ao facilitador, aos participantes/empreendedores, às instituições e comunidade de Tubarão. Um especial parabéns aos grandes vendedores (Startups) do final de semana (Weekend): Digita Pet (1º lugar): negócio voltado para veterinárias e produtos para animais domésticos e à pessoas que adotam animais de rua; Pharma Pocket (2º lugar): com soluções para o mercado farmacêutico, um aplicativo para pesquisa e reserva de produtos farmacêuticos para acesso do consumidor; Localy (3º lugar): um aplicativo que identifica pontos turísticos locais.

Você sabia?
Uma das mais tradicionais chamadas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) terá uma nova edição em 2018. Com início de submissão das propostas em 1º de agosto, a Chamada Universal conta com um total de R$ 200 milhões, a serem liberados em até três parcelas, para projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação em qualquer área do conhecimento. Para informações completas sobre os critérios de submissão acesse: (http://cnpq.br/documents/10157/6234432/Chamada_Universal_2018_versao_final.pdf/31e308b8-bf0d-4a55-821c-61366b07527d).

Fique Atento!
Estão abertas as inscrições para a primeira rodada do edital Finep Startup que pode aportar até R$ 1 milhão em startups. Os temas preferíveis para investimentos são: Agritech, BIM – Building Information Modeling, Biotecnologia, Blockchain, Combustíveis, Defesa, Economia Criativa – jogos eletrônicos, Educação, Energia, Fintech, Healthtech, Inteligência Artificial, Internet das Coisas – IoT, Manufatura avançada, Microeletrônica, Mineração, Nanotecnologia, Petróleo, gás e etanol, Química, Recursos minerais, TV Digital, Venture Capital. As inscrições ficam abertas até 3 de agosto de 2018. http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/621.