Professor Rennan Medeiros
Coordenador do Curso de especialização em Patologia das Construção
Professor do Curso de Engenharia Civil – UNISUL

Muitas pessoas pensam que o engenheiro civil é um profissional que faz projetos. Especificamente na região sul do estado, é culturalmente entendido que esse profissional faz projetos de residências de simples ou múltiplos pavimentos.

Por que este rótulo foi desenvolvimento e esta definição é aceita e largamente difundida? Quando meus alunos dos primeiros semestres da graduação me perguntam se eu trabalho com projetos e respondo que não costumo, e sempre que o faço estou compondo uma equipe por um motivo técnico específico, eles replicam, “mas um engenheiro não trabalho com projetos”?

Eu busco explicar para eles que nós, engenheiros civis, podemos atuar em diversas áreas, e em algumas delas há a necessidade de desenvolver projetos. Porém, um engenheiro civil, assim como profissionais em outras profissões, deve procurar se especializar em algo de forma um pouco mais específica. E uso o exemplo: um médico faz residência para se especializar em áreas específicas, certo? E você o procura porque ele tem conhecimento que poucos têm, ou porque ele se tornou uma referência nessa área específica. Os engenheiros civis deveriam buscar seguir a mesma linha de raciocínio.

Um engenheiro civil pode atuar em diversas áreas, e o aluno de graduação acaba sendo direcionado a escolher uma área para se especializar porque surgiu um estágio naquela área, seguiu na empresa e acabou desenvolvendo sua especialidade por esse caminho. De forma muito semelhante, porém um pouco mais tardia, isso ocorre na primeira oportunidade de emprego.

Dificilmente isso acontece de outra forma, e lembro de poder contar nos dedos de uma das mãos os alunos que tive que me diziam, ainda nas disciplinas iniciais ou no terço médio do curso, “professor, eu serei engenheiro estrutural”, ou “professor, eu quero trabalhar com pavimentação”, ou outra das inúmeras áreas que um engenheiro civil pode atuar. O que mais escuto é, “professor, quando eu me formar vou montar um escritório e fazer projetos. O problema é que projeto rende pouco”.

A conclusão que chego é que o rótulo foi criado por nós mesmos, profissionais de Engenheira Civil. Saturamos o mercado com escritórios de profissionais genéricos, que topam qualquer serviço, e acabam dizendo que fazem projeto porque isto já está difundido. Para virarmos essa chave e buscar valorização para a nossa classe, precisamos atuar de forma mais específica e especializada, e uma especialização pode ser obtida através de curso de especialização, até um mestrado, ou mesmo na atuação conjunta com profissionais reconhecidos no mercado.

Caminhos existem muitos, mas devemos lembrar que eles podem precisar ser pavimentados. Assim, gostaria de concluir exemplificando, de forma sucinta, quatro áreas em que um profissional de engenharia civil pode atuar.

1) Tecnologia de concreto – desenvolver concretos (o material mais consumido no mundo depois da água) para as mais diversas aplicações, barragens, arranha-céus, torres de aerogeradores, e muitas outras aplicações. Isto deve ser feito de forma a garantir que não ocorreram problemas durante a concretagem, e que a estrutura atenderá ao desempenho requerido para a sua vida útil.

2) Engenharia geotécnica – definir soluções de fundações para os mais diversos tipos de obras, estabilidade de encostas, construção de túneis, soluções construtivas para estradas que resolvemos construir nos locais mais improváveis e de expressiva instabilidade.

3) Engenharia estrutural – dimensionamento de elementos estruturais para os mais diversos tipos de obras, podendo ser destacados, aqui, os arranha-céus, as barragens, aerogeradores, novamente. O Engenheiro geotécnico deve garantir o funcionamento da obra de segura por todo seu período de vida útil. Nesse dimensionamento, o engenheiro estrutural deve garantir a estabilidade da construção por toda a sua vida útil.

4) Engenharia de saneamento – atuação na gestão do abastecimento de água e saneamento das cidades.

Desta forma, acredito ser possível compreender que um engenheiro pode atuar em campos diversos, mas listei apenas alguns, pois esse texto ficaria extenso. Espero que possamos começar a repensar as definições simplificadas que colocamos nas profissões, e mais importante, lembrar que um engenheiro civil é um profissional capaz de propor resoluções ou melhorias para a sociedade como um todo.

 

Você sabia?

O curso de Engenharia Civil da UNISUL prepara seus alunos para analisar problemas e propor soluções para as mais diversas situações atuando nas mais diversas áreas. Aqui você encontra também, curso de especialização para direcionar sua especialidade de atuação.

 

Fique atento!

Unisul Soluções é uma estratégia de negócios concebida pela Unisul, para solucionar demandas da sociedade, resolvendo problemas do setor privado, público e organizações sociais, desenvolvendo soluções inovadoras e escaláveis. Também oferecemos produtos customizados ao mercado, soluções simples ou complexas, disponibilizados por provedores de soluções da Universidade, laboratórios, centros de pesquisa e parceiros estratégicos. Para saber mais, consulte: http://solucoes.unisul.br/ 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul