O meu primeiro livro que ainda pretendo escrever vai se chamar Trabalhar, rezar e amar. Como bem você leu, que ainda pretendo escrever! É que eu tenho um sonho de publicar algo útil a todos, e acho esse título tão simpático que me leva a pensar em várias coisas que podem ser escritas. Quando leio estas três palavras – trabalhar, rezar e amar, meus pensamentos me trazem uma sensação de bem-estar… ou melhor, só coisas boas surgem em meus pensamentos. Espero que você tenha me entendido!
Essas três palavras surgiram em minha vida quando assisti o Ted Talks da Elizabeth Gilbert, autora do Best-seller: Eat, Pray, Love – que muito provavelmente você já assistiu ao filme ou leu o livro (Comer, rezar e amar). Ou não? Mas, para continuar a falar do assunto de hoje, permita-me abrir um parênteses aqui para explicar do que se trata esse Ted Talks (é uma série de conferências realizadas na Europa, na Ásia e nas Américas pela Fundação Sapling, dos Estados Unidos, sem fins lucrativos, destinadas à disseminação de ideias – segundo as palavras da própria organização, “ideias que merecem ser disseminadas”. Suas apresentações são limitadas a 18 minutos, e os vídeos são amplamente divulgados na Internet). Dito isso, eu revelo que tracei como meta para este ano assistir três Ted Talks por semana nos idiomas inglês, espanhol e português. Porém, isso é tema para outro texto.
Comer, rezar e amar –, da autora Elizabeth Gilbert, neste Ted Talks, proferido por ela, que relata de uma forma muito bem humorada que para escrever os livros de sua autoria ela contou com a ajuda de entidades superiores. E que sem “Eles” ela não teria essa ousadia de escrever os seus livros. Depois de a autora abrir seu coração, eu vou fazer uma revelação pessoal para você: eu também não conseguiria escrever estes textos que são publicados aqui no jornal sem ajuda superior! Vou tentar ser mais claro. Quando sento para escrever sinto tanta inspiração sobre os assuntos que não consigo parar. É algo sobrenatural!
E você, de onde vem a sua inspiração? Qual é o seu dom? E de onde você acha que veio este seu dom? Será que não foi algo dado a você? Você já parou para pensar nestas coisas e tal? O que eu desejo com este tema de hoje? Você deve estar se perguntando neste exato momento. Eu respondo antes de você desistir da leitura: pretendo com este texto ajudá-lo a calibrar suas atividades diárias. Ficou curioso em terminar de ler o texto? Pois é!
Entretanto, eu vou ser breve. Pense comigo. O trabalho faz com que o homem aprenda a conviver com outras pessoas, com as diferenças, a não ser egoísta e pensar na empresa, não apenas em si. Rezar é uma forma de obter para si mesmo e/ou para os outros graças, e bênçãos de Deus e a salvação da alma. Quem de nós meros mortais não deseja a salvação da alma? Amar, ou seja, o amor – é um sentimento de carinho e demonstração de afeto que se desenvolve entre seres que possuem a capacidade de demonstrar.
Antes de finalizar o texto, eu quero citar uma das frases inspiradoras da Elizabeth Gilbert – “Você tem de parar de ver o mundo através de sua cabeça. Em vez disso, precisa olhar pelo coração”.
Agora, responda você. Eu sei que já fiz perguntas demais. Porém, garanto que esta será a última. Trabalhar, rezar e amar, estas três palavras mágicas sendo incorporadas no seu dia a dia, podem ou não calibrar suas atividades diárias?

Mural de Vagas
• Seleciona-se representante comercial com experiência. Trabalhar na região de Tubarão. Comissionado. Necessário ter carro ou moto. Interessados devem enviar o currículo para o e-mail: ahoradosempregos@gmail.com.
• Flavia Cabeleireira contrata auxiliar de cabeleireira, design de sobrancelha, maquiadora, manicure e pedicure. Interessadas podem ligarem para o telefone: (48) 3626-1204.
• Contrata-se assistent controller. Com inglês fluente. Para trabalhar em Tubarão. Outras informações pelo site vagas.com.br
• Ciee contrata instrutor com formação em pedagogia ou psicologia para as cidades de Imbituba e Garopaba. Interessados devem enviar o currículo para o e-mail: sylvia@cieesc.org.br.