Não desanime! Estas duas palavras combinam perfeitamente com Sylvester Stallone. Você conhece a história real deste premiado ator, cineasta, roteirista e diretor norte-americano?

Se você é jovem e não sabe de quem estou falando procure assistir ao filme Rocky: um lutador. Só assim você vai entender o que eu quero revelar com o texto de hoje.

Filho de uma dançarina, Stallone já veio ao mundo com sérios problemas. Não por ser filho de uma dançarina e sim porque sua mãe sofreu complicações durante o parto, o que obrigou os obstetras a usarem dois pares de fórceps durante seu nascimento. Os usos indevidos destes instrumentos causaram acidentalmente um corte em um nervo, causando uma paralisia em partes do rosto de Stallone. Como resultado, o lado inferior esquerdo do seu rosto está paralisado, incluindo partes de seu lábio, língua e queixo. Pois é. Como que uma pessoa com este tipo de deficiência poderia se tornar ator?

Entretanto, depois de todo tipo de bullying em sua adolescência, Stallone teve seu primeiro papel em um filme pornográfico. Pagavam-lhe 100 dólares por dia.

Stallone explicou mais tarde que tinha feito o filme em desespero depois de ter sido despejado de seu apartamento e ficando sem moradia por vários dias.

Também disse que dormiu três semanas na estação de ônibus Port Authority, em Nova Iorque, antes de ter visto o aviso de elenco para o filme. Nas palavras do ator, “era ou fazer aquele filme ou roubar alguém, porque eu estava no fim de minhas forças”.

Depois de algumas tentativas como ator em filmes de segunda classe, sem sucesso, ele não desistiu. Posteriormente, casou-se, e foi levando a vida, mas chegou em um ponto que estava tão pobre que roubou as poucas joias que sua mulher tinha e as vendeu. As coisas ficaram tão ruins que ele acabou morando na rua.
O fundo do poço chegou quando teve de vender seu cachorro em uma loja de bebida para um estranho qualquer, pois não tinha dinheiro para alimentá-lo mais. Ele o vendeu por 25 dólares, entregou seu cão e saiu chorando, como conta em sua biografia.

Sua iluminação veio depois que ele assistiu uma luta de boxe de Muhammad Ali. Essa luta o inspirou a escrever o roteiro de Rocky. Ele escreveu o roteiro durante 20 horas seguidas e tentou vendê-lo e recebeu a oferta de 125 mil dólares, mas tinha apenas um pedido. Ele queria estrelar no filme como o personagem principal, Rocky, mas o estúdio disse não. Depois de algumas semanas, o estúdio o ofereceu 250 mil dólares, ele recusou, então ofereceram 350 mil, e ele ainda recusou. Queriam o seu filme, mas não o queriam. Ele disse não, “Eu tenho que estar nesse filme”. Depois de um tempo, o estúdio concordou em lhe dar 35 mil dólares pelo roteiro e o deixaram estrelar o filme.

A primeira coisa que Stallone fez com o dinheiro foi comprar seu cachorro de volta. Ele ficou parado na loja por três dias até que o homem voltasse com seu cão.

O homem se recusou a vendê-lo, mesmo por 100 dólares, Stallone então ofereceu 500, ele recusou. Ele então ofereceu mil dólares. Finalmente, Stallone desembolsou 15 mil dólares pelo mesmo cachorro que ele vendera por 25 dólares.

Rocky foi lançado em 1976 e recebeu dez indicações ao Oscar, incluindo o de Melhor Ator e Melhor Roteiro Original, nomeações para Stallone. O filme acabou por vencer o Oscar de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Edição.

O mesmo Stallone que morou na rua, que vendeu seu cachorro, pois não podia alimentá-lo, é um dos maiores ícones do cinema mundial hoje.
Então, para finalizar essa história inspiradora, eu cito o autor Augusto Cury, que diz: “Nunca desista de seus sonhos.”

Mural de vagas
• Santos Brasil contrata para trabalhar no Porto de Imbituba os seguintes profissionais: aux. de operações gate e aux. de planejamentos de navio. Necessário ensino médio completo. Interessados podem candidatar-se pelo site vagas.com.br.
• Onça Preta, em Jaguaruna, contrata profissional para atuar no RH. Com ensino superior na área. Interessados podem enviar o currículo para o e-mail: disilva.rh@gmail.com.
• Granja em Grão-Pará contrata mecânico de manutenção. Interessados enviar currículo para: rh7@granjapinheiros.com.br.