Sou o primeiro a admitir que faço muitas coisas de maneira errada. Mas uma das qualidades de que mais me orgulho – e que certamente me ajuda um bocado na minha vida pessoal e profissional – é a minha habilidade de realmente escutar um conselho e, em muitos casos, de segui-lo. Estou absolutamente disposto a admitir que não tenho todas as respostas de que preciso para tornar minha vida tão eficiente e pacífica quanto possível.

O equilíbrio e a paz que procuro, encontro na prática da espiritualidade. Segundo o autor Richard Carlson, criar uma ponte entre a sua espiritualidade e o seu trabalho significa aproveitar a essência de quem você é e daquilo em que acredita em sua vida profissional.

Veja bem, antes que você me entenda mal, deixa-me revelar que no contexto do trabalho, a espiritualidade não estaria ligada a um sistema religioso, nem a ritualismos organizados ou proselitismos. Nada disso. Seria uma nova perspectiva de humanização do trabalho e de autorrealização no ato de trabalhar, assentada na transformação da consciência, favorecendo o bem-estar emocional e a construção e reconstrução de orientações, valores e práticas que não estão associados ou representados em termos de religião ou mesmo de religiosidade.

Sabe o que eu realmente quero que você entenda sobre a espiritualidade? Se a amabilidade, a paciência, a honestidade e a generosidade são qualidades que você aprecia, então você é uma pessoa espiritualizada. Coloque em prática a sua espiritualidade.

Trate as pessoas com amabilidade e respeito. Seja o mais generoso possível – com o seu tempo, dinheiro, ideias e amor. No livro “Não faça tempestade em copo d’água no trabalho”, o autor Richard Carlson, afirma que o trabalho é um ambiente perfeito para praticar a sua espiritualidade. Pense comigo – em determinados dias você tem muitas oportunidades de praticar a paciência, atos de generosidade e de perdão. Não é mesmo?

Você tem tempo para pensamentos amorosos, para sorrir e abraçar os outros e para praticar a gratidão. Ou não? Você pode praticar a sua espiritualidade em praticamente tudo o que faz.

A expansão desse movimento de espiritualidade no trabalho insere-se em uma perspectiva organizacional vinculada a uma postura mais humanista diante do mundo, a qual, a despeito de certos movimentos racionalistas (redução de custos, flexibilização dos contratos de trabalho, terceirização, etc.), tem considerado cada vez mais a importância da unicidade e multiplicidade do ser humano.

Para finalizar eu não posso pensar em nada mais importante do que criar uma ponte entre sua espiritualidade e seu trabalho. Ter essa fé ajuda atravessar tempos difíceis. Acredite. E o que você faria se fosse Deus?

 

Mural de Vagas
• Contrata-se coordenador de gestão de pessoas para a Associação Congregação de Santa Catarina – Tubarão. Outras informações pelo Twitter @ahoradoemprego.

• Loja Campneus, em Tubarão, contrata vendedor externo. Outras informações pelo site vagas.com.br.

• Tubarão Saneamento contrata analista de RH. Com pós-graduação na área. Interessados entregar o currículo pessoalmente na Saneamento Tubarão – rua Altamiro Guimarães.

• Empresa Brakeline, em Braço do Norte, contrata auxiliar de produção e auxiliar administrativo. Interessados devem enviar o currículo para o e-mail: rh@brakeline.com.br.