segunda, 18 de março de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

A Hora do Emprego - Fernando Rodrigues

Possibilidades

Publicado em 02/03/2019 00h12

Se você está achando que neste texto de hoje vai descobrir todas as respostas, não vai. Se essa é a sua intenção, sugiro que opte por outra leitura mais direta. Eu não sei todas as respostas. Não sei mesmo. E quanto mais eu me dedico aos estudos das maravilhas da engenharia, descubro que muito pouco sei. Isso não me desanima, e sim me desafia a descobrir mais. A cada dia descubro coisas novas. Não cientificamente falando, não. Eu descubro algo novo em mim. Muitas das vezes de primeira mão eu não gosto, porém com o passar dos dias me vejo enriquecido com aquela descoberta. Se é que você me entendeu!

 Aonde eu quero chegar com tudo isso? Boa pergunta. “Não sei”. Essa é a resposta. Veja bem. Vou tentar transparecer meus pensamentos para você. Na sexta-feira passada um colega do meu grupo de pesquisas da UFRGS - me fez uma pergunta interessantíssima. Que muito provavelmente você já ouviu. 

Isso, essa pergunta que o meu colega fez eu tenho quase certeza que você já ouviu em algum momento da sua vida, ou vai ouvir. Não é uma pergunta pessoal. É uma pergunta que possui uma abrangência global. Isso mesmo, global. Chega até ser de caráter filosófico (com a palavra o Dr. em filosofia Luiz Felipe Pondé).

Para o bem ou para o mal, a única resposta certa para esta pergunta é - possibilidades. Isso mesmo, a única palavra para uma pergunta tão global como a que o meu colega me indagou é “possibilidades”. E se caso você não sabia a resposta para responder quando o fizeram essa pergunta agora você já sabe. Possibilidades!

“O que você fará depois de?” Essa é a pergunta. No meu caso, foi mais específica. O que você fará depois de concluir o seu doutorado? Essa foi a pergunta direta feita pelo meu colega de universidade. A resposta que dei a ele foi: “possibilidades”.

Na verdade, a minha resposta seria: eu não sei. Mas porque vou me ater em uma resposta tão negativa se posso crer em algo mais desafiador. Possibilidades, essa é a resposta.  No seu caso, tenho certeza que você já ouviu algo desse tipo: o que você vai fazer depois daquele curso? Ou o que você vai fazer depois da universidade/faculdade? Ou o que você vai fazer depois de pedir o divórcio? Ou o que você vai fazer depois de pedir demissão? Ou o que você vai fazer depois de mudar de cidade? Ou o que vai fazer depois de terminar o namoro? O que você vai fazer depois de desistir daquele curso? Ou o que você vai fazer se não cursar uma universidade/faculdade? Ou o que você vai fazer se não casar? E assim vai...

Anote aí. Para todas estas perguntas e mais aquelas que você tem aí de pronto para me falar, e eu sei que você deve ter várias deste tipo para me falar, a única resposta é, possibilidades. E ponto final. 

E para encerrar com chave de ouro este assunto de feriadão carnavalesco vou citar Allan Percy que em seu livro “Oscar Wilde para inquietos”, escreveu: “Toda pessoa que tem grande planos em algum momento se vê percorrendo caminhos que os outros temem ou até mesmo desconhecem. Ela troca a tranquilidade de estar em um grupo pela “possibilidade” de cruzar o deserto que a separa de seu sonho. Depois retorna com os frutos colhidos na aventura”. No mais, o que você vai fazer depois de acabar carnaval?


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital